TUA VINHARIA
 
...

Faltava o vinho, claro

Desde que decidimos ceder espaço da nossa montra a outros projectos temos vivido momentos engraçados, como ver crianças a vibrar com brinquedos tradicionais, ou pessoas a ponderarem comprar um serviço de chá numa vinharia. 

Não sei até que ponto esta nossa vontade de juntar pessoas que fazem coisas bonitas num mesmo espaço é bem entendida, sei que tem sido uma constante no nosso percurso.

Há alguns anos, em 2013 para ser mais precisa, vivíamos em Lisboa e sentíamos falta do Porto. Também nos achávamos muito engraçados e criativos, verdade seja dita, por isso decidimos criar a Oporto Lobers, uma marca (nós dizíamos que era um sentimento) que juntava vários criadores à volta do mesmo tema, ou seja, da cidade do Porto. E se na altura já começavam a surgir algumas comunidades artísticas, a verdade é que não foi muito fácil explicar o nosso conceito.

A empresa não teve os resultados que esperávamos, mas ficou para sempre a vendedora do bolhão da Ana Raimundo, o poster do João Brandão, os recortes da Paula e as Crónicas do Autocarro numa edição em papel, entre outras coisas.

Com a montra Justa Causa é tudo bem mais simples, mas a intenção é a mesma. Há muita gente a fazer coisas bonitas, a ter boas ideias e, na maior parte dos casos, a vendê-las online. Ora, nós temos uma loja com uma montra onde, além de vinho, cabe muita coisa. Já couberam os brinquedos da Oficina do Alfredo, a louça vintage da Cata-vento e, agora, os sacos Branco Chá.

No fundo, parece que faltava o vinho para conseguir, finalmente, reunir a tal comunidade criativa. Faz sentido, o vinho serve sobretudo para isso, para juntar pessoas.

Calita

2020 Julho 06

Tags: montrabranco cháoficina do alfredocata-ventocomunidades criativas

InstagramIcone

INSTAGRAM